terça-feira, 5 de novembro de 2013

Teste - Cerveja sem Álcool - Bavária, Liber, Schin e Kronenbier



Seja por conta da Lei Seca ou por conta de algum remédio ou doença, alguém sempre tem que recorrer às Cervejas sem Álcool. Para este teste, infelizmente não encontrei a Itaipava e a Brahma 0,0%. Comprei todas no G Barbosa pelos seguintes preços: Schin - R$ 1,79 , Kronenbier - R$ 1,96, Bavária - R$ 1,88 e Liber - R$ 1,88.

Rápido e objetivo, na sequência do teste:


Das quatro foi a que se saiu melhor. A Bavária é a que mais se parece com uma cerveja normal. Aroma de cerveja e um gosto mais amargo, lembrando de leve a Pilsen nossa de cada dia. Praticamente não formou espuma e a quantidade de gás é bem alta.


Também com grande quantidade de gás, foi a que formou mais espuma e com maior duração. O gosto é ruim, doce no início e no retrogosto. O cheiro também é doce, parece um chiclete tutti frutti, dos mais ruins. Bem fraca.


A Schin não é doce. A Schin não é amarga. Insossa, mas pelo menos não é enjoativa e dá pra beber sem reclamar, mas também sem elogiar. Quantidade de gás média, espuma de altura e duração boa para os padrões do teste e aroma bem fraco que lembra cerveja. Perto da Liber e da Kronenbier ela se sobressai. Aceitável.


Extremamente doce, parece uma tubaína de quinta categoria, deixando nos lábios aquele gosto ruim de adoçante. Pouca quantidade de gás e espuma inexistente. De cerveja aqui só a cor, a garrafa e o nome no rótulo. Não pode beber álcool, beba água, melhor que a Liber.

Data da Avaliação: 17/10/2013

Resultado final:

1º - Bavária
2º - Schin
3º - Kronenbier

6º  - Liber

Não errei a numeração, só acho impossível a Itaipava e a Brahma 0,0% serem piores que a Liber, logo ela já está em seu devido lugar.







2 comentários: